Vítor Gaspar: é “insultuoso” pensar que fui o quarto elemento da troika

Em entrevista exclusiva ao PÚBLICO, o antigo ministro das Finanças diz ter sido um negociador bem-sucedido e considera que “as dimensões humanas e sociais do programa de ajustamento foram sempre tidas em conta.” Para Vítor Gaspar, a ideia de punição “nunca se aplicou a Portugal”.

Confesso que achei graça ás suas primeiras (e humoradas) intervenções públicas.

Agora penso algo muito diverso, que nem me apetece explicitar e que aquele sorriso parece demonstrar à saciedade.