… segundo Marçal Grilo. Embora ao longo da entrevista, feita pela tia Avillez que apesar de pouco perceber de Educação não se coíbe de revelar alguns dos seus preconceitos pessoais nas perguntas, surjam algumas coisas com que discordo claramente (desde logo, a fixação com o sistema de colocação de professores, que eu acho um problema acessório, e com a “autonomia”, que me parece encarada de uma forma difusa e desatenta), há outras muito interessantes, desde logo as que o separam daqueles que dão menos importância ao pré-escolar e a uma visão integrada da Educação.

PubRev16Fev14

Público – 2 (Revista), 16 de Fevereiro de 2014