Braga: Pai em fúria agride funcionária na escola em frente aos filhos

Uma funcionária foi agredida a murro por um pai, ontem de manhã, no Centro Escolar de Maximinos, em Braga.
O alegado agressor, pai de dois alunos do Centro Escolar de Maximinos, queria deixar as crianças por volta das 8.15 horas e reagiu mal quando lhe foi dito que a escola só as pode receber a partir das 8.30 horas. O pai forçou, então, a entrada, no recinto escolar, agarrou a funcionária, encostou-a à parede e agrediu-a, confirmou ao ‘Correio do Minho’ o director do Agrupamento de Escolas de Maximinos, António Pereira.

Bulimundo, pá, controla lá isso…