Domingo, 22 de Dezembro, 2013


The Futureheads, Christmas Was Better in the 80’s

Subtract Teachers, Add Pupils: Math of Today’s Jammed Schools

Students: Christmas revision tips

NatalBobEnglehart

(c) Bob Englehart

Fácil, fácil… basta ver a naturalidade com que um governante encara o maior êxodo de Portugal da nossa História Contemporânea, com os anos 60 incluídos, só faltando prosa legitimadora do emérito Rui Ramos a explicar que isto é tudo por causa do Afonso Costa e do PREC.

«Não tenho nota que, no ano, tenha havido um aumento. Temos números mais ou menos constantes, mas que são bastante altos», referiu o governante à Lusa, a propósito dos números da emigração em 2013.

Apesar de não existirem dados oficiais, o Governo admite que o número de portugueses que emigraram seja semelhante ao do ano passado – cerca de 100 a 120 mil: «Não pode aumentar muito porque não há empregos», disse José Cesário.

Reparem que o senhor secretário diz que não deve aumentar muito apenas porque lá fora não há muito mais empregos e não porque se estejam a desenvolver políticas por cá que permitam fixar a nossa população activa, qualificada ou não, no país.

Há que regrar os prazeres da carne nesta quadra que tanto inspira os sacrifícios dos láparos e seus mandantes. Como é bom saber que todos eles se mortificam nesta quadra, lá nos retiros, abstendo-se de qualquer fruição que não seja liberal na teoria. 🙂

Foto1948Foto1947

 

IMG_2753