Quinta-feira, 12 de Dezembro, 2013


Norah Jones, Chasing Pirates

Interessante, tirando aquela parte em que diz que MLR “estabilizou” as reformas (quais, exactamente?) de David Justino… sem parecer perceber que Crato é que está a aprofundar as da ministra agora recuperada por alguns sectores do centro-esquerda.

E embora padeça também da tentação de achar que as reformas educativas produzem efeitos a curto prazo…

Crato e a arte de gozar com a estatística (e com nós todos)

Nuno Crato foi atropelado pela realidade e é trucidado pelos dados que durante tanto tempo elogiou…  agora deveria mudar de “narrativa”, mas parece incapaz da humildade de reconhecer alguns erros básicos.

E alguns deles são comuns aos últimos governos… desrespeito pelos professores, teimosa centralização da gestão escolar e excessiva concentração da rede escolar… análise truncada e deturpada dos dados…

 

Via João Caetano (Twitter):

Nuno Crato considera Programa Internacional para a Avaliação de Alunos (PISA) o “único instrumento viável para avaliação do nosso sistema”, até pela continuidade dos critérios de referência.

Mas isso era antigamente?

Ou de Junho de 2008 para cá o mundo mudou?

… que o nosso governo se comprometeu a implementar para garantir certos apoios pré-eleitorais.

Resta saber a que ponto chega o desvario…

Sweden rethinks pioneering school reforms, private equity under fire

Mas, claro, entre nós há quem saiba mais sobre a educação na Suécia do que os próprios suecos…

Porque o resto é reles, muito reles mesmo.

Prender 100 dias uma pessoa por não pagar 900 euros de custas judiciais, quando se trata de uma pessoa com toda uma enorme quantidade de handicaps, enquanto quem lesa o país em milhões anda, em regra, livre e ainda é pago para deitar faladura na comunicação social em forma de guru.

O país mais do que enrascado vai ficando cada vez mais rasca.

IMG_2984

Notícia completa na Visão de hoje.

 

 

adenda: Cuidem-se, os resultados disto vão ser analisados pelos estatísticos daquela coisa.

eurocrato

Página seguinte »