como a divulgada pela Fenprof se, depois de um qualquer indeferimento sumário, ninguém fizer um recurso hierárquico, como se passou com a nomeação dos avaliadores externos, em que toda a gente (visados e sindicatos) não foram capazes de ir um pouco mais além do que o primeiro passo na “luta”?

Por acaso acham que recorrer para os tribunais vai dar em alguma coisa em tempo útil?