Professores protestaram frente à AR contra Crato e prova de avaliação

Docentes foram obrigados a sair das galerias do Parlamento. Na rua, professores pediram a demissão do executivo liderado por Passos Coelho.

Espero ter ouvido mal algumas das palavras de ordem no noticiário da TSF. A banalização de certos termos como “fascistas” não faz grande coisa pela causa…

Já no Parlamento, o PS rodopiou de forma estonteante, com alguém a pedir ao Governo que revogasse a prova criada pela tão amada ministra socialista Maria de Lurdes Rodrigues.

Com o PCP a acusar o PS de responsabilidade, já que a prova de acesso à carreira foi criada quando os socialistas governavam, Acácio Pinto, do grupo parlamentar do PS, disse que os socialistas estão contra a prova e contra a forma como o Governo tem gerido a questão.

O excelentíssimo senhor deputado até fez uma graçola com o termo irrevogável, o que me deixou agoniado até às lágrimas devido à profunda falta de decoro exibida na Casa da Democracia.