Quando alguém ao tentar demonstrar uma coisa demonstra o seu contrário.

Aconteceu ao pobre blasfemo vitorcunha que alinhavou um conjunto de gráficos que demonstram que o modelo escolar sueco é menos inclusivo do que o português, que não lida bem com a diversidade e que, apesar de ser um país mais rico e menos desigual, desenvolveu políticas educativas que conduzem à segregação das minorias.

Obrigado, vitorcunha.

É sempre bom quando alguém demonstra o que eu digo há muito tempo, com o objectivo de evitar que cá se cometam os mesmos erros.

(aviso às almas sensíveis: acho que chamar idiota chapado a quem me chamou marialva pago com os impostos dele é o mínimo exigível em termos de etiqueta)