Se sabes, porque não nos contas?

A Federação Nacional dos Professores continuará a lutar contra a aplicação das 40 horas de trabalho aos docentes, alegando que esta medida põe em risco dez mil postos de trabalho, quando há trinta mil desempregados no setor

O secretário-geral da Fenprof, Mário Nogueira, disse à Lusa que o que está em causa é «acumular mais horas em alguns para despedir muitos outros».

Porque o aumento da não lectiva não leva ao despedimento de professores.

Mas de qualquer maneira, vamos lutar, lutar muito.

Mas mantendo sempre todas as possibilidades em aberto.

A vida ensina-nos isso e tu sabes muito e devemos seguir sempre os teus conselhos e o teu exemplo.

Luta, sempre, até ao fim.

Se possível, sempre fora das escolas, sem dar aulas!

Viva!!!

Viva!!! Viva!!!