… da ideia da prova de ingresso ou PACC para os professores, algo que ele diz ter defendido em 1992 (jornal I de hoje).

Vamos lá esclarecer isto da forma mais clara que me é possível: Couto dos Santos não foi o mais inepto dos ME que tivemos porque existiu um Diamantino Durão (quem?) e existiu uma Maria do Carmo Seabra (a tia).

Quanto ao resto, Couto dos Santos apenas destruiu a maioria das coisas que a reforma de Roberto Carneiro tinha de positivo e deixou as as mais negativas.

Foi um yesman do actual PR em tempo conveniente para elevar a sua carreira até aos píncaros do nada.

Ponto final. Parágrafo.