… com as suas opiniões maravilhosas sobre o que deve ser feito no país. Agora chegam-se à frente contra o Tribunal Constitucional, por causa da reforma do Estado que ele querem menos pesado, excepto quando é para capitalizar a banquinha nacional quando está aflita. Há outros que deveriam pensar duas vezes antes de abrirem a boca sobre “esforços”, sabendo-se o que se sabe sobre as instituições que dirigem e ainda existem porque… enfim… porque ainda sairiam mais caras do que o BPN…

Quando ao seu homem no Governo, já começou a baralhar-se todo, dando o dito pelo não dito como o seu grande líder sobre as pensões, enquanto lá fora se fazem contas ao que não existe, já existindo.