… estas divisões da componente lectiva, pois os intervalos não correspondem aos que seria natural esperar se fossem calculados com base na redução ao abrigo do artigo 79º, segundo o qual ninguém terá menos de 14 horas lectivas.

Penso que estejam aqui outras reduções, incluindo os cargos de gestão, de professores bibliotecários ou por razões de saúde.

Naquela categoria “central” com 14 a 19 horas estão, pelo menos, três situações diferentes de redução.

Muito mais útil seria uma clara divisão em menos de 14 horas, 16-18 horas e mais de 20; ou então intervalos de 2 em 2 horas.

PerfilDocente2012CompLectiva