… a “boca” que ontem me lançou um partidário da liberdade de escolha ao fazer o reparo de as férias não terem sido impeditivo do avanço e conclusão das negociações para o novo estatuto do ensino particular e cooperativo.

Nesse aspecto, tem razão. Para eles a luta foi e é contínua.