Quatro dos sete juízes indicados pelo PS

Um quinto juiz, cooptado, tinha posição desfavorável à mudança de regras laborais no Estado.

Quatro dos sete juízes do Tribunal Constitucional (TC) que analisaram as normas do diploma do sistema de requalificação foram indicados pelo Partido Socialista. Apenas dois foram propostos pelo PSD com o terceiro a ser juiz cooptado.

Mas então assume-se que os juízes votam com base em princípios de conveniência partidária ou, afinal, constata-se que até não o fazem?

Na primeira hipótese, tudo o que for analisado no segundo turno de férias será favorável ao desgoverno?