Quarta-feira, 28 de Agosto, 2013


Pearl Jam, Mind Your Manners

dor

… o que não são bullshit jobs ou profissões que vivem de modelos de futurologia baseados em leituras ficcionadas do passado (não, não falo de historiadores que essa é malta quase sempre séria e sem lugar cativo nas televisões, á excepção de um ou outro transformado em politólogo).

Profissões: Bombeiros, carteiros e professores são os que merecem a maior confiança dos portugueses – estudo

Wall Street’s greatest enemy: The man who knows too much

What Michael Winston knows about corporate crimes will horrify you. That’s why financial giants want to destroy him

Embora a perspectiva do autor não seja tão política.

On the Phenomenon of Bullshit Jobs

Em boa verdade, eu acho que o raio do programa das rescisões visa mais os professores do que qualquer outra carreira na função pública… e o alvo são os que ainda restam nos actuais 8º e 9º escalão, para depois ser aplainado em definitivo o tecto salarial.

Governo avança já este ano com rescisões de professores

Definição das regras das rescisões para os professores pode vir a ser publicada em Outubro.

O Governo decidiu antecipar já para este ano o programa de rescisões para os professores. A data em cima da mesa para avançar com este regime específico será em Outubro – depois de ser discutida com a ‘troika’ durante as 8ª e 9ª avaliações em meados de Setembro. Em causa está a publicação da portaria onde vão estar definidas as regras das rescisões amigáveis para os professores.

Fonte governamental explicou ao Diário Económico que estão, porém, a ser estudadas as implicações das rescisões no arranque do ano lectivo. Ainda assim, o objectivo do Executivo é que o regime especial de rescisões amigáveis para professores entre em vigor “ainda este ano”.

Via Diane Ravitch:

Página seguinte »