Era o que a assunção clone diria, acaso tivesse lido a Camille (a Paglia, claro,  não a Claudel).