Tal como no caso do 4º ano tem textos para alunos de outro ciclo de escolaridade (os dois textos são na sua origem para adultos), com o texto informativo a ser excessivamente denso e pouco claro em passagens necessárias para responder a questões de interpretação.

Não é que o rigor tenha aumentado, apenas as margens de ambiguidade. espero para ver os critérios e para perceber se o fundamentalismo é a regra.

Já se percebeu que objectivo é fazer descer os níveis de sucesso em relação aos últimos anos.-