Quanto a um acordo para hoje ao final da tarde. Para a realização dos exames. Porque amanhã há manifestação. Porque o MEC se meteu a si mesmo num beco com estreita saída, ainda mais estreita porque existem uns tertulianos pós-liberais que acham que ceder é a morte do regime que eles vão matando a cada dia que passa.

Parece que ou a coisa fica escrita ou não há acordo, porque de boca já ninguém confia em ninguém.

Falta sentido de Estado, respeito pela Democracia, sobram tiradas demagógicas e falsidades.

Os alunos e as suas famílias estão reféns do governo, não dos professores.