Ó pra ele cheio de autonomia: Despacho Organização Ano Letivo 2013_2014.

Ainda vou na alínea c) do artigo 2º que introduz o conceito de tempo lectivo e não apenas de hora

No serviço docente continua a possibilidade de coadjuvações e medidas tidas por úteis para o sucesso educativo. Há um novo nº 5 no artigo 4º que não me parece polémico, dependendo do modo de usar.

Alterações no crédito horário para as direcções (artigo 6º).

A DT desaparece da componente lectiva (artigo 7º) e aparece na não lectiva ou nas reduções do 79 (nº 5 do artigo 9º).

No artigo 8º contemplam-se como componente lectiva os tempos para coadjuvações, docência de grupos de nível, apoios ao estudo, etc, num total de 150 minutos para o 1º ciclo e 100 para o 2º e 3º.

O encaminhamento para os percursos alternativos, vocacionais e afins aparece explicitado de uma forma muito detalhada no nº 10 do artigo 13º.

Longas normas transitórias do artigo 18º, em especial por causa das assessorias para as escolas que deixaram de ser sede em virtude dos mega-ajuntamentos.