Segunda-feira, 27 de Maio, 2013


Len, Steal My Sunshine

FormaMetas

Informacao site FENPROF greve

Há por aqui muita coisa interessante.

Mas falta mais, nem que seja ao empurrão.

Mia Couto ganha Prémio Camões

High School Teacher Faces Discipline for Informing Students About Their Rights

It’s About the Kids

When a major Wall Street investor and the CEO of a fast growing chain of charter schools get together for a chat, what do you suppose they talk about? Well that’s obvious. They talk about the kids of course, and their shared dream of *crushing* the achievement gap in order to put those kids on a path leading straight to 21st century skills and success. In fact, when an executive from Prudential Financial and the CEO of the UNO Charter Schools in Chicago conversated this spring, the kids were topic #1. Let’s listen in, shall we?

(…)

Missing kids
Reader: I know what you’re thinking—it’s like we’re right there on the horn with them! Alas, the audio of the actual conversation between Rangel and Levy, kindly shared by the Chicago Sun Times, is just a little bit different. The kids were never mentioned. Neither was the achievement gap, excellence, innovation, 21st century skills, outstanding-ness or even edupreneurs. The “investor update call” was about one topic and one topic only: cold hard cash.

The Missing Link in School Reform

In trying to improve American public schools, educators, policymakers, and philanthropists are overselling the role of the highly skilled individual teacher and undervaluing the benefits that come from teacher collaborations that strengthen skills, competence, and a school’s overall social capital.

A Fábula do Cavaco e do Bichano

Jeroen Dijsselbloem+Miguel Relvas+Oportunidades+Curriculum

(c) Luís Rosa

Nursery reforms could cut childcare costs by 28%, DfE calculates

New calculations released by Department for Education will boost those seeking to push stalled plans through.

Mais de 69 mil crianças e jovens em perigo acompanhadas pelas comissões de protecção

Os dados que são apresentados nesta segunda-feira revelam um aumento dos processos nas comissões de protecção de crianças e jovens.

Presidente do Eurogrupo vem dar apoio ao Governo

A Europa está entregue aos relvas.

O genoma da árvore de Natal foi descodificado e é gordo

Montagem das corridas no Porto, Contra o bom senso?

 

Começo por referir que gosto muito de automóveis – dentro da m/ modéstia – e das respectivas corridas.

Mas me parece que algum – ou nem por isso – bom senso deveria ter que haver nestes tempos tão mais difíceis e sem soluções perceptíveis, a serem protagonizadas por qualquer político de serviço neste País nas ultimas duas décadas.

Assim, volto a insistir – ciente do nulo efeito! – na total inoportunidade de se realizarem corridas de automóveis na cidade do Porto neste ano triste e sem esperança de 2013.

E para acrescer a tudo “isto” os incómodos causados ao comum dos cidadãos pela montagem diurna – tudo que seja obras nas vias públicas se faz de dia, quando pelo mesmo orçamento teria que ser feito de noite! – de tudo e mais alguma coisa que se relaciona com as ditas corridas!

Se todos sabemos, constatamos e vivemos a VCI ao mínimo acidente a fazer paralisar o Porto inteiro – algo que ninguém quis ou soube querer resolver, nestas duas ultimas décadas –  ao tentar-se escapar a este desperdício de combustível e de tempo, a escapatória pela Circunvalação é um desastre. Pelas 18h15 de um qualquer dia de semana fica-se encravado por haver só uma via de circulação – entradas por baixo! –  uma vez que a outra  – via – fica ocupada com montagens das e para as corridas.

De facto o não respeito pelo cidadão dito normal, é espantoso….e tao normal!

Augusto Küttner de Magalhães

24.05.2013

MÁQUINA

(c) Luís Rosa