Educação: o retrocesso de 40 anos