… en Janeiro e acho que, sei lá, não me parece mesmo nada que.

O Conselho de Administração do Grupo GPS respondeu às conclusões das auditorias levadas a cabo pela Inspeção Geral de Educação dizendo que “as escolas do Grupo GPS são neste momento (…) as mais escrutinadas do País”. A inspeção detetou irregularidades como a cobrança de 10 euros de taxa de matrícula, mas o grupo defende que os resultados “são extremamente positivos”.

Mas eu percebo a manobra de spin quando o que se atira cá para fora é apenas que:

Alunos que frequentavam a escolaridade obrigatória eram obrigados a pagar taxa de dez euros. Ministério manda devolver montantes às famílias.

Até porque estas são as auditorias que já tinham sido publicitadas…