… e muitos já a tomar, com demasiado à vontade se me permitem a opinião, posse do território novo, em alguns casos com a presente complacência dos encarregados de educação.

A caminho, na TSF, uma psicóloga ou pediatra de voz estridente, aconselhava a falarmos nestes dias às crianças com voz calma.

Mudei logo para a Radar onde estava a passar uma inesperada (para a estação) música dos efémeros EMF.