Parece que, por fim, vou apenas trabalhar 40 horas por semana.

Já não era sem tempo. E vai ser de cronómetro em punho. Quero ver alguém a obrigar-me a ficar em reuniões para falar de parvoíces. Agora vou ser eu que tenho o bacalhau à espera de ir para o forno… 🙂 mesmo que seja às 3 da tarde…

E os testes vão ser corrigidos de forma cooperativa…