Acho fantástico como como é possível não ter uma coisa tão básica ao fim de tantos anos de conversa fiada sobre os efectivos da Função Pública…

Aliás, como é possível saber que há funcionários a mais e fazer médias de salários se não têm a tal “ferramenta”?

Já sei… ainda não escolheram quem vai receber uma verba choruda para o estudo preliminar, para o projecto e depois para a elaboração e implementação, tudo assim muito dividido em fases e tranches, porque há funcionários a mais, mas ninguém sabe (alegadam,ente) fazer tal coisa…

O Governo pretende criar “uma base de dados que tenha o cadastro de todos os trabalhadores das administrações públicas” para, através dela, conhecer o perfil salarial dos funcionários e poder tomar decisões no âmbito do aprofundamento da reforma do Estado e da modernização deste sector.

Ter uma ferramenta dessas “seria fundamental para o desenho de políticas e de medidas no âmbito da modernização da administração”, disse hoje Hélder Rosalino, o secretário de Estado da Administração Pública, dando como exemplo o desenho de políticas remuneratórias.