Não me parecem o principal. Seja os exageros da organização, seja agora o rigor milimétrico das medições que nunca foram feitas assim. Se esta só teve “x”, afinal quantos terão estado em outras manifs apresentadas como gigantescas? “X-1”?

Isso é perfeitamente lateral para o que mais interessa. Nem sequer as imagens com o Terreiro do Paço preenchido de diversas formas em diferentes momentos da tarde que já por aí circulam. E há quem tenha ido ao desfile e não até ao final do trajecto.

Basta reparar no que se passou no país, para qualquer pessoa (mesmo que apenas equivalente) entender que algo está radicalmente mal entre a governantes e governados.

Mandar opinadores para as televisões relativizar ou fugir à realidade com sorrisos amarelos nos lábios é apenas uma táctica como qualquer outra.

Vale o que vale. Pouco.

O país já quer que estes partam com tanta ou mais força como quiseram que partissem os outros.

Não entender isso, ou agir como se não entendesse, pode ser um erro demasiado caro. Para todos. Incluindo para aqueles que, mesmo esperando ter um refúgio tropical á espera, terão de partir mesmo para bem mais longe do que Paris.

SONY DSC

Anúncios