Recebi aquela carta a avisar-me que corro o risco de ser classificado como «utente inscrito no ACES sem contacto nos últimos 3 anos», pois não apresento, nesse período, «qualquer registo de contacto com nenhuma das unidades prestadoras de cuidados de saúde primários desta Administração Regional de Saúde».

Parece que é mau eu não ter estado doente ou ter ido pedir um atestado ou receitas comparticipadas pelo Estado, não indo atulhar a sala de espera do Centro de Saúde, aproveitando para observar o habitual bailado de aprumad@s delegad@s de informação médica.

Em circunstâncias normais esperaria um louvor. Em vez disso parece que querem inscrever-me num index qualquer.