Sexta-feira, 25 de Janeiro, 2013


Madonna, Ray of Light

Anúncios

Os números são do Arlindo que me forneceu umas valiosíssimas tabelas em Excel para eu fazer uns cálculos. Que se vão afigurando algo inconclusivos quanto à lógica que presidiu ao estabelecimento das 603 vagas abertas para o concurso de vinculação extraordinária de contratados.

Vejamos… se foi feito um levantamento dos lugares com ocupação permanente ao longo dos anos por professores contratados, seria de esperar alguma relação com os números dos DACL de Agosto de 2012. eu sei que a distribuição geográfica pode baralhar as contas, mas… essa explicação não chega.

Vejamos as tabelas dos DACL originais (mais de 15.000, os que o MEC terá vontade de ver sair por aposentação ou empurrão mais violento), dos de 31 de Agosto e agora dos números da vinculação Extraordinária, por grupos de recrutamento:

Vincula2

Seria de esperar que os grupos com mais DACL fossem os que têm menos lugares para VE mas… essa relação ora acontece, ora não.Vejamos a distribuição, em termos absolutos e relativos, dos DACL e dos lugares para VE. A vermelho os grupos mais atingidos pelos primeiros e a verde os menos. E como alguns se mantiveram numa posição lógica e outros passaram a andar pela tabela de forma pouco lógica.

Vincula3Vincula4

E se formos procurar com base na distribuição geográfica também não, como se nota neste quadro do Arlindo em que se percebe que há umas coisas esquisitas como a abertura de vagas em grupos e zonas com professores com horários-zero:

VinculaEm circunstâncias normais não seria de esperar tantos pontos vermelhos, muito menos a concentração visível em termos geográficos e de grupos de recrutamento.

Explicações?

Seguro faz declarações como se mandasse no PS ou numa pequena parte dele.

Ainda não percebeu que é uma espécie de marquesmendes, mas ainda sem futuro como comentador.

A pressa que os socretinos têm em queimar o António Costa, depois de tostado o Seguro.

Faz lembrar um bocado o PSD pós-2005.

… em lidar com a pequenez dos nossos temporais, pelo que é preciso mais de uma semana para restabelecer a luz depois de umas chuvadas e árvores caídas sobre postes e fios.

Há cada vez mais portugueses a roubar para comer

Latas de atum e salsichas estão a substituir produtos de cosmética na lista dos bens furtados.

Mas o que interessa é que o CEO do BES esteja satisfeito com a comissão arrecadada com o trabalho de colocação de mais dívida nos mercados externos.

Diferenças para a última vida do FMI? Havia as mercearias de bairro que mantinham o longo rol de fiado, na base da solidariedade vicinal e não só, o que permitia que não fosse necessário ir-se roubar assim.

Na sequencia da decisão de agregação do agrupamento de Escolas de Darque com os agrupamentos vizinhos remeto para conhecimento tomada de posição que foi decidido enviar a Sua Excelencia o Ministro da Educação por todos os departamentos do Agrupamento.

Com os melhores cumprimentos,

Luis Sottomaior Braga

Anexo: DarqueMega

Página seguinte »