FMI utiliza dados não verdadeiros e inverdades para defender medidas que destruiriam o Estado