Não é novidade, mas mandaram-me novamente o link:

Função: Especialista
Nome: R********** M********
Idade: 24 anos
Vencimento: € 2.685.07
Data de nomeação: 14-07-2011

Agora temos a bio pelo próprio, via FB, para avaliarmos da especialização:

2011

2009

2005

Penso que por “começou a trabalhar” se entenderá “começou a estudar”.

E nós somos os parasitas e privilegiados? O Estado é obeso por causa dos professores de carreira? Ou mesmo dos contratados (é nestas alturas que as martas comentadoras nunca aparecem)?

Eu estou no 5º escalão da carreira e tenho, em bruto e sem cortes, um salário nominal 550 euros inferior ao deste jovem “especialista” cujo currículo passa por ter trabalhado numa “Federação Académica”.

Para se chegar a um valor destes (entre os actuais 7º e 8º escalão da carreira docente) são necessários – sem congelamento – mais de 25 anos de serviço, ou seja, mais do que a vida do ditoso morgado.