Quinta-feira, 10 de Janeiro, 2013


Haim, Don’t Save Me

… na RTP Informação.

Só espero que a Joana Amaral Dias não interrompa.

  • 750 horários-zero.
  • 600 a vincular extraordinariamente.
  • Milhares contratados ano após ano.
  • 50.000 em excesso.

 

os teras.

… eu deixo aqui o meu contributo, que retoma textos anteriores: PG ensaio_final_outlines.

LiberdadeEscNo fundo é para baralhar os que acham que sou um estatista empedernido e também os que acham que sou um vendido aos interesses privados.

Gosto de deixar as extremidades confundidas.

Este estudo tipo-FMI foi pago? Ou foi oferta?

Se foi pago, quanto custou?

Alguém vai ter a coragem de perguntar?

Pessoa amiga dizia-me há pouco que numa televisão apareceu um professor do ISEG a dizer quanto custou. Não quero acreditar que seja verdade o valor que foi apontado.

Seria demasiado obsceno e colocaria o caso pedroso na galeria das esmolas.

… o intenso trabalho de lobbying dos interesses privados que se tem desenvolvido junto do MEC. Acho que todos têm direito a defender as suas posições e lutarem pelo seu negócio.

O que acho esquisito é quando os governantes alinham e são eles próprios a promover e/ou encomendar (pagando) os estudos e trabalhos destinados a provar o ponto de vista desses interesses particulares.

Talvez uma questão de trajectórias… de vultos na sombra… que passeiam pelos corredores…

Página seguinte »