… também não acho nada normal que pessoas directamente ligadas ao funcionamento do curso de Lazeres Diversos na Associação de Formação de Villa Arriba sejam nomeadas para avaliar e decidir da continuação de cursos de Lazeres Diversos na Colectividade Humanitária de Villa Abajo, uma das suas principais concorrentes na atracção de utentes. Resta saber o que estará a acontecer em Villa Media.

Pessoalmente, que sou chato e esquisitinho, acho que qualquer princípio de bom senso e mesmo de ética aconselharia que tais pessoas fossem nomeadas para fazer a tal avaliação lá para Villa Longínqua, onde daria menos nas vistas o evidente conflito de interesses.

Claro que em Villa Abajo estão à espera de levar um chumbo bem chumbado em cima. Acontecendo, os nomes das villas e das pessoas será devidamente divulgado.

Não é que a reorganização desta colectividades poli-formativas de3ixe de ser desejável, quiçá mesmo a sua junção e especialização da oferta, mas nem sempre os fins justificam tão reprováveis meios.