Eu posso perceber os objectivos e algumas das razões, mas é impossível concordar com a forma indigna com que se tratam as pessoas e, em especial, o prazer evidente em certos seres, que de humano têm apenas a forma, tão satisfeitinhos consigo por tarem a fazer a purga da sua vida.

Neg7Dez12

Jornal de Negócios, 7 de Dezembro de 2012

No entanto, é compreensível, os filhinhos dos que se sentem despojados de outrora precisam do seu cantinho no Estado que tanto proclamam abominar:

CM6Dez12

Correio da Manhã, 6 de Dezembro de 2012