Alguns articulistas e políticos acusam os professores, mas a verdade é que os recuos a trote são por outras paragens. Desde logo quando a coisa mexe com quem tem mesmo poder e com quem chegando ao Parlamento, não se quer transformar em outra coisa, como certos ex-professores que andam por lá a fingir que são deputados desde sempre e da Nação e tal, sendo dos primeiros a querer empalar os antigos colegas. Deviam aprender com advogados e médicos, por exemplo, mas a verdade é outra…

E quando aparecem no Governo é o mesmo ou pior… veja-se o caso do recente secretário de Estado que ainda há dois anos andava a defender a necessidade da auto-regulação dos docentes…

Diário Económico, 26 de Novembro de 2012