Estado corta mais do dobro dos funcionários previstos