Resta saber se não anda a baralhar as estatísticas todas como faz no blogue. Mas, confesso, já era tempo. Faz-me lembrar uma colega dos tempos de Faculdade que prestou para aí uma década de vassalagem até lhe darem um lugar de substituta.

Despacho n.º 13441/2012

(…)

1 — É constituído um grupo de trabalho, que funciona na dependência do meu Gabinete, com a missão de coordenar a experiência -piloto no âmbito da oferta formativa de cursos vocacionais.
2 — No quadro da sua missão, são objetivos do grupo de trabalho:
a) Acompanhamento e fiscalização da execução da experiência -piloto;
b) Avaliação diagnóstica, monitorizada e final da experiência.
3 — O grupo de trabalho tem a seguinte composição:
a) Maria Isabel Ribeiro do Rosário Hormigo, adjunta do meu Gabinete, que coordenará o grupo;
b) Anabela Maria de Sousa Pereira — Universidade de Aveiro;
c) Cristina Santos Correia — Escola Secundária com 3.º Ciclo de Ferreira Dias (dispensa do horário de trabalho em 30 %);
d) Paulo Jorge de Castro Garcia Coelho Dias — Instituto Politécnico de Santarém;
e) Piedade Pereira — Escola do Comércio de Lisboa;
f) Ramiro Fernando Lopes Marques — Instituto Politécnico de Santarém.
4 — Deve ser concedida dispensa de serviço aos elementos que integram o grupo de trabalho, nas horas em que as tarefas a seu cargo os obriguem a ausentar -se dos respetivos locais de trabalho.

Que diabos, a coordenação formal será apenas formal, certo? O Ramiro é que vai dominar aquilo e mandar os putos p’ás fábricas e campos desde os 10 anos e assim reviver o espírito disciplinador perdido nos seus tempos de esquerdismo, quando o Esteiros e o Gaibéus eram a leitura básica…

É que a recompensa chega tarde e parece-me muito mitigada para tanta assombração pelos corredores…