A República vai nua.