Cortes na função pública explicam dois terços da redução da despesa em 2012

E a parte mais fantabulástica é que há quem considere que os cortes nos salários dos funcionários do Estado não são um aumento da carga fiscal, mas apenas corte na despesa.

Quem trabalha para o Estado é um encargo, uma despesa. Quando lhes cortam os salários não é um aumento da carga fiscal. Parece que só é quando toca aos outros. B@rd@…