Sugestão do José Alberto Rodrigues, assim apresentada:
.
Father and Daugther. De Michael Dudok de Wit. Assombroso. Técnica e plasticamente lindíssimo, com um ritmo fantástico e um argumento simples, mas muito bem trabalhado…