Não estou a falar daquelas coisas amadoras, tipo kibbutz, tão ao agrado comunitário de berloques, ex-berloques e espécimes afins.