Seguro diz que os tempos não são para jogos partidários

Só peço que exista uma recompensa (europeia, se possível) para este homem depois de tanto trabalho a domesticar a oposição. Faz-me lembrar uma outra personagem e o empenho colocado em adormecer uma certa e determinada contestação.

Poderia argumentar-se que isto é táctico… que espera pelo desgaste do governo e do PSD, para depois aparecer como o grande vencedor em 2013, mas já sabemos que não é disso que se trata.