‘Eu fui secretário de Estado, a tutela das PPP era de dois ministros’

Cabecinha pensadora! Quando foi para se gabar das pseudo-poupanças já era ele que tinha o mérito.