O MEC dá sinais de uma simpática esquizofrenia.

No despacho normativo que tenho vindo a citar assume-se que o horário do professores é de 22 tempos de 50 minutos, ou seja, de 1100 minutos.

Mas na nova versão que a DGIDC disponibilizou para as matrizes do Ensino Básico ou Secundário (Matrizes_do_Ensino_Basico_e_Secundario) tudo aparece pensado na base das aulas de 45 minutos.

Ora… 1100 minutos dão 24 aulas de 45 minutos e sobram mais 20 para usar não se sabe como.

No meu caso, que tenho dois tempos de redução, o meu horário completo será de 1000 minutos, ou seja, 22 tempos de 45… mais 10 minutos para?

Anúncios