amanhã vamos brincar, uma vez mais, aos postes. Ou seja, à sua ausência.

Convenhamos, este Abedin Mohamed faz gosto em aparecer um brincalhão