Candidatos do PS e do PSD ao Tribunal Constitucional são da maçonaria

(…)

A escolha destes dois maçons – os nomes reuniram o consenso de socialistas e sociais-democratas – surge poucos meses depois da controvérsia originada pelo PSD relativamente à maçonaria. Em Outubro do ano passado, num relatório sobre as alegadas fugas de informações e escutas a um jornalista, envolvendo os serviços secretos, o PSD designou a maçonaria como um “grupo de pressão”, “influente”, que, naqueles casos, “afectava a credibilidade” das secretas.