A sondagem ainda está a funcionar, mas as opiniões são claras:

Assim como é mentira que um diploma publicado em 5 de Abril no DR e necessariamente preparado e impresso antes possa ter sido promulgado pelo PR e referendado pelo PM nesse mesmo dia.

Neste caso uma mentira de Estado evidente, acerca da qual poderemos esperar pela explicação num futuro volume de memórias ou discursos de Aníbal Cavaco Silva que, pelos vistos, só se incomoda se as coisas forem escondidas dele e não daqueles de quem é (teórico) representante.