Confesso que correu melhor do que é habitual, pois ninguém xingou os professores. A pausa lectiva também é de molde a deixar-me mais bem disposto e cínico q.b.

E um agradecimento especial à Marta Atalaya pela simpatia pós-programa.

Sim, preciso com mediana urgência de cortar o cabelo que me resta em torno da clarabóia… não precisam relembrar-mo.