Pontos em debate:

1- A educação com exigência (os alunos têm de saber mesmo);

2- Falta de Mestres, pessoas que fascinem pela sua sabedoria e conhecimento. Um professor não tem de ser um amigo, mas uma “autoridade”, uma referência;

3- O método de transmissão de conhecimentos é hoje o centro e a preocupação dos professores, em vez do valor do conhecimento, como “coração” do saber.