… se uma pessoa ocupa um cargo com cujo funcionamento e/ou regras discorda, em especial quando o pedido de demissão ou a não recandidatura é uma possibilidade viável, deve rumar a outras paragens.

Agora continuar estacionado(a) no mesmo sítio, exibindo a função e/ou cargo para uns efeitos, mas criticando a coisa para outros, não é a melhor opção.

Que me lembre, ocupei sempre poucos cargos e por pouco tempo, não por demissão ou saída compulsiva, mas por achar que o tempo para certos desempenhos tem limites e que a eternização em certos pedestais, por vezes meros poiais, não passa de vazia vaidade, pior ainda quando misturada com queixinhas e pieguices.

Não quer, não gosta, não está de acordo, faça por sair do lugar.