Professores de EVT protestam contra a eliminação da disciplina

Cerca de 12 mil professores de EVT, Educação visual e Tecnológica, de todo o país têm o desemprego como cenário mais provável no próximo ano lectivo. A intenção do Ministério da Educação é, já a partir de Setembro, acabar com EVT e substituir por outras duas disciplinas semestrais, que podem ser Tecnologias de Informação e Comunicação e Educação Visual, isto é, disciplinas que não se estendem à vertente tecnológica.

Em período de discussão pública, a Associação Nacional de Professores de EVT decidiu que era necessário fazer ouvir a voz de protesto, contra esta “medida economicista”, realizando esta manhã uma concentração junto ao Fórum da Maia.